Notícias



Concurso PMERJ: banca é contratada para novo edital na Saúde

Um novo concurso PMERJ teve avanços e contará com a organização do Ibade, desta vez visando à seleção de oficiais médicos e praças da Saúde.

Sem um novo edital há quase 12 anos, a Polícia Militar do Rio de Janeiro realizará o seu concurso PMERJ Saúde. A seleção, que estava em estudo desde 2020, finalmente teve o seu processo de escolha da banca concluído.

Em publicação no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro desta terça-feira, 31, a PMERJ indicou o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade) como organizador do seu próximo concurso público.

Neste caso, serão oferecidas vagas no Estágio Probatório de Adaptação de Oficiais (EPAO), no cargo de oficiais médicos do Quadro Oficial de Saúde (QOS) e no Curso de Formação de Praças Especialistas em Saúde, no cargo de cabo PM especialista (técnico de enfermagem) do Quadro Auxiliar de Saúde (QAS - QPMP-6),

Com a autorização para a contratação da banca publicada, o próximo passo será a assinatura do contrato entre as partes e, posteriormente, a divulgação do novo edital. A expectativa é para que ambos os processos sejam concluídos já no início do segundo semestre.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Polícia Militar do Rio de Janeiro
  • Banca: Ibade
  • Cargos: técnico em enfermagem e oficial médico
  • Requisitos: níveis médio/técnico e superior
  • Vagas: 67
  • Remuneração: de R$3.246,42 a R$6.014,19
  • Último edital: publicado em 2010

Concurso PMERJ Saúde tem 67 vagas previstas

concurso PMERJ Saúde tem 67 vagas previstas, que estão distribuídas por cargos dos níveis médio e superior. Desse total, 25 serão destinadas para a carreira de técnico em enfermagem.

Para concorrer será preciso ter diploma de conclusão de curso técnico em Enfermagem, além de registro no respectivo Conselho Regional do Estado do Rio de Janeiro.

As outras 42 vagas serão para o cargo de oficial médico. Nesse caso, as vagas previstas estão distribuídas por diferentes áreas, sendo elas:

  • Anestesiologia (uma vaga)
  • Cirurgia Geral (uma);
  • Cirurgia Pediátrica (uma);
  • Cirurgia Vascular (uma); 
  • Cirurgia Vascular - Endovascular (uma);
  • Clínica Médica (17);
  • Hematologia (uma);
  • Neurocirurgia (quatro);
  • Ortopedia (uma);
  • Pediatria (duas);
  • Psiquiatria (sete);
  • Radiologia (uma);
  • Terapia Intensiva - adulto (quatro).

Para se candidatar, será preciso ter diploma em Medicina e documentos comprobatórios da graduação e das especialidades, entre elas:

  • diploma de graduação em Medicina;
  • registro definitivo no Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro e certidão de "nada consta" do Cremerj;
  • certificado de conclusão, com aproveitamento de programa de residência médica reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica na especialidade da área a qual se inscreveu, ou certificado de conclusão com aproveitamento do curso de especialização, em curso reconhecido pelo MEC.

A remuneração oferecida para o cargo de técnico em enfermagem é de R$3.246,42, enquanto para a função de oficial médico o valor chega a R$6.014,19.

Concurso PMERJ Saúde terá até sete etapas

Quanto às etapas de seleção do concurso, o projeto básico da seleção revela que os candidatos serão avaliados em sete etapas. Sendo elas:

  1. prova objetiva;
  2. avaliação de títulos;
  3. exame antropométrico;
  4. Teste de Aptidão Física (TAF);
  5. exame psicológico;
  6. exame de saúde;
  7. exame social e documental.

As duas primeiras etapas ficarão sob a responsabilidade da organizadora do concurso, o Ibade. Já as demais serão realizadas pela própria Polícia Militar.

A prova objetiva do concurso terá caráter eliminatório e classificatório. A avaliação será composta por 80 questões de múltipla escolha.

O conteúdo irá variar acordo com a carreira. O projeto básico, no entanto, antecipa as disciplinas que serão cobradas para cada uma das carreiras:

Técnico em enfermagem

  • Deontologia e Exercício Profissional (cinco);
  • Fundamentos de Enfermagem (15);
  • Enfermagem Médico-Cirúrgica (20);
  • Enfermagem em Emergência (dez);
  • Administração em Enfermagem (cinco);
  • Enfermagem Materno-Infantil (dez);
  • Enfermagem em Saúde Pública (dez); e
  • Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental (cinco).

Oficial médico

  • Pediatria (dez);
  • Clínica Médica (dez);
  • Ginecologia e Obstetrícia (dez);
  • Cirurgia Geral (dez);
  • Legislação Institucional (dez); e
  • Conteúdo da Especialidade (30).

Serão aprovados na avaliação os candidatos que acertarem, no mínimo, 50% da prova, ou seja, 40 questões. Além disso, os concorrentes não poderão zerar nenhuma disciplina.

A avaliação de títulos totalizará até 20 pontos. Para técnicos em enfermagem, serão aceitos documentos comprobatórios e declaração de experiência profissional como técnico de enfermagem na área Assistencial de Cuidados de Enfermagem.

Para cada ano de experiência profissional comprovado, serão atribuídos quatro pontos ao candidato. Serão aceitos, no máximo, cinco anos de experiência. 

Os oficiais médicos poderão apresentar títulos de pós doutorado, doutorado, mestrado e título da AMB, cada um valendo cinco pontos.