Notícias



10/08/21 - Concurso Polícia Federal Administrativo

O concurso da Polícia Federal Administrativo está previsto e aguardando aval orçamentário para a sua realização.

O pedido enviado para o Ministério da Economia prevê 557 vagas, distribuídas entre as diversas especialidades, no âmbito administrativo.

Embora ainda não exista a aprovação do Ministério, há rumores de que o concurso obedecerá o seguinte cronograma:

  • Autorização do certame: 01/07/2021;
  • Assinatura do contrato com a organizadora do certame: 02/09/2021
  • Publicação do edital de abertura: 21/09/2021;
  • Aplicação das provas e discursivas: 23/01/2022;
  • Perícia Médica dos candidatos com deficiência: 06/03/2022;
  • Procedimento de heteroidentificação dos candidatos negros: 07/03/2022;
  • Resultado Final do concurso da Polícia Federal Administrativo: 01/04/2022;
  • Nomeação dos candidatos aprovados: 07/04/2022.

É importante dizer que estas datas ainda não são oficiais, e que nos resta esperar a publicação oficial.

Concurso Polícia Federal Administrativo: Cargos e Remunerações

Atualmente, o número de cargos vagos dentro da Polícia Federal Administrativo totaliza 8.627 vagas.

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), Luís Boudens, a realização de um novo concurso é essencial para a continuidade das atividades do órgão.

Segundo Boudens, o déficit de vagas unido com a desvalorização da carreira administrativa faz com que haja a necessidade de, no mínimo, 5 mil vagas.

Por isso, é importante dizer que o número de vagas solicitadas para o concurso Polícia Federal Administrativo é representativo, e que no momento da convocação, as vagas podem ser ampliadas.

Nesse sentido, as vagas solicitadas foram as seguintes:

  • Nível Médio – 404 vagas, voltadas para o cargo de Agente Administrativo;
  • Nível Superior – 153 vagas, distribuídas entre as seguintes carreiras:
    • Administrador: 23 vagas;
    • Arquivista: 08 vagas;
    • Assistente Social: 10 vagas;
    • Bibliotecário: 01 vaga;
    • Contador: 09 vagas;
    • Economista: 03 vagas;
    • Enfermeiro: 03 vagas;
    • Engenheiro: 01 vaga;
    • Estatístico: 04 vagas;
    • Farmacêutico: 01 vaga;
    • Médico: 68 vagas;
    • Nutricionista: 01 vaga;
    • Psicólogo: 05 vagas;
    • Técnico em Assuntos Educacionais: 13 vagas;
    • Técnico em Comunicação Social: 03 vagas.

Assim, estas vagas serão distribuídas em todo o território nacional, sendo uma grande oportunidade para os concursandos de todo o Brasil.

Quanto às remunerações, um Policial Federal da área Administrativa pode receber os seguintes valores:

  • Nível Médio:
    • Remuneração Inicial: R$ 4.746,16;
    • Remuneração no topo da carreira: R4 5.776,47.
  • Nível Superior:
    • Remuneração Inicial: R$ 5.298,82;
    • Remuneração no topo da carreira: R$ 8.924,85.

Dentre todas as especialidades, apenas os profissionais Médicos possuem uma remuneração maior, devido ao conteúdo do cargo e natureza da sua ocupação.

Concurso Polícia Federal Administrativo: Último certame realizado

Vale destacar ainda, que o último concurso PF Administrativo foi realizado em 2013, pela Cespe/UnB.

Dessa forma, o certame contou com Provas Objetivas e Discursivas, organizadas de acordo com o nível de escolaridade, no estilo CERTO ou ERRADO.

Além disso, a prova objetiva continha o valor de 120 pontos, e seria eliminado do certame o candidato que:

  • Obtivesse nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos;
  • Obtivesse nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2;
  • Obtivesse nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Já a prova discursiva (EXCLUSIVA PARA CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR) continha o valor de 13 pontos, sendo um texto dissertativo de até 30 linhas acerca de temas relativos aos conhecimentos específicos.

Organização do certame para nível médio

Em suma, para nível médio, a Prova Objetiva contou com as seguintes disciplinas:

  • Prova Objetiva de Conhecimentos Básicos:
    • Língua Portuguesa;
    • Noções de Informática;
    • Raciocínio Lógico;
    • Atualidades;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Direito Constitucional.
  • Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos:
    • Noções de Administração Pública;
    • Noções de Administração Financeira Orçamentária;
    • Noções de Gestões de Pessoas nas Organizações;
    • Noções de Administração de Recursos Materiais;
    • Noções de Arquivologia;
    • Legislação Aplicada à Polícia Federal.

Organização do certame para nível superior

Já para nível superior, a prova objetiva contou com a seguinte estrutura:

  • Prova Objetiva de Conhecimentos Básicos:
    • Língua Portuguesa;
    • Raciocínio Lógico;
    • Noções de Informática;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Direito Constitucional.
  • Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos pertinentes a cada especialidade.